Conteúdo Teen
Leia artigos ou estudos selecionados para você, adolescente da UNAADEB
Sexta, 26 Maio 2017 13:34

O verdadeiro adorador

Avalie este item
(2 votos)

“O que é um verdadeiro adorador? O que é ser um adorador? Quais são as características de um adorador?”
Vamos lá...
“Adorar é que sei. Adorar é o que sou. Nada pode calar um adorador”

Fala sério! Esse louvor é lindo, não é? Mas você já se interrogou sobre o perfil do adorador? Pois bem adoradores, vamos aprofundar nosso estudo sobre a vida do adorador. De acordo com o texto de Sofonias 3.9,14 (Então farei com que os povos parem de adorar ídolos e adorem somente a mim, o Senhor, e farei também com que todos me obedeçam com a mesma dedicação. Povo de Israel, cante louvores a Deus! Alegrem-se, moradores de Jerusalém, e louvem a Deus com todo o coração). Vamos ver o que a Palavra diz a esse respeito.
Lábios puros. No livro de Isaías 6.5-7 (Então eu disse: Ai de mim! Estou perdido! Pois os meus lábios são impuros, e moro no meio de um povo que também tem lábios impuros. E com os meus próprios olhos vi o Rei, o Senhor Todo-Poderoso! Aí um dos serafins voou para mim, segurando com uma tenaz uma brasa que havia tirado do altar. Ele tocou a minha boca com a brasa e disse: Agora que esta brasa tocou os seus lábios, as suas culpas estão tiradas, e os seus pecados estão perdoados) o profeta é purificado das suas iniquidades e logo depois ele se coloca a serviço e disponível. Talvez a nossa adoração tem sido fraca e sem substância, porque falta a nós lábios puros, coração puro, pensamentos e intenções puras. Não podemos pensar que seremos usados grandemente pelo Senhor se não estivermos diante Dele dia após dia para sermos purificados. Todas as coisas são puras para os puros. Jesus disse: “Bem-aventurados os limpos e puros de coração, porque eles verão a Deus”. Adoração tem a ver com purificação e santificação.
Precisamos aprender com Davi que clamava: “Cria em mim ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto” (Sl 51.10). Não podemos nos aproximar de Deus de qualquer maneira sem termos uma atitude de entrega e quebrantamento. Quando reconhecemos quem somos e nos humilhamos na presença Dele, somos purificados. Isaías reconheceu quem era, se humilhou, e por causa desta postura, Deus o purificou e o levantou como um dos grandes profetas da Bíblia.
Então galera a adoração tem a ver com a pureza do adorador e da adoração. Deus quer usar os puros e os que se mantém puros na sua presença. É bem verdade que os dias são maus e os pratos que nos são oferecidos todos os dias, muitas vezes nos deixam abalados. Mas, uma coisa deixo claro, vale a pena ser fiel a Deus. Por isso Jesus nos disse, “No mundo tereis aflição, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. E Tiago reforça “Resisti ao diabo e ele fugirá de vós”. Amados, quando começamos a caminhada aos pés do Senhor somos como crianças indefesas e dependentes de Deus, só que muitas vezes quando os anos vão passando perdemos algumas características fundamentais na vida de um adorador. Ler a Bíblia e orar é como se fosse o alimento que precisamos todos os dias. Isto é, café, almoço, lanche e janta. Assim como o corpo precisa de alimento, vitaminas, proteínas, etc., com a alma não é diferente. Se uma pessoa passa dias sem ler a palavra de Deus e sem orar, em um curto espaço de tempo ela se tornará fraca e vulnerável às ciladas do inimigo.
A palavra nos ensina no livro de Efésios 5.18: “Não vos embriagues com o vinho que há contenda, mais enchei vos do Espirito Santo”. Eu aprendi há alguns anos atrás que a música é só um detalhe na vida de um adorador. Hoje sei bem que é a mais pura verdade. A adoração sempre existiu, já a música, ou seja, o louvor só foi introduzido nas reuniões tempos depois quando o rei Davi incluiu o louvor nos cultos a Deus. Para adorar não precisa ter uma bela voz cheia de recursos, ou saber executar um instrumento com excelência, o que precisamos é ter um coração verdadeiramente adorador.
Ah... e a busca pela excelência também faz parte da vida do adorador. Quem busca conhecimento na área musical não está errado. Pelo contrário, nosso Deus merece o melhor. Se alguém consegue juntar um coração adorador e a qualidade musical tornasse um diferencial e um referencial para muitos adoradores.
Quero encerrar este texto citando Eclesiastes 9.10: “Sendo assim, tudo quanto vier à mão para realizar, faze-o com o melhor das tuas forças, porquanto para o Sheol, a sepultura, para onde vais, não há atividade, trabalho, reflexão, planos, conhecimento, saber, nem nada”. Façamos como Davi no Salmos 51.10: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto”.
Agindo assim, conseguiremos alcançar a plenitude da graça de Deus em nossas vidas e seremos cheios do seu poder e onde quer que estejamos seremos canal de bênçãos para quem nos ouvir. Fiquem na paz de Cristo e até a próxima.
 

Ler 4950 vezes